Nota 216 – Comunicado Conjunto dos Chanceleres de Argentina, Brasil, Chile e Uruguai sobre a situação na Venezuela

Comunicado dos Chanceleres de Argentina, Brasil, Chile e Uruguai sobre a situação na Venezuela

Os Chanceleres signatários desejam manifestar que lamentam os atos de violência registrados em Caracas, onde vários cidadãos, inclusive parlamentares, foram agredidos, ao mesmo tempo em que condenam qualquer ato de violência independentemente de sua origem.

Nesse sentido, reafirmam que as autoridades têm a responsabilidade de garantir o direito às manifestações pacíficas e à livre expressão de ideias, e fazem um chamado a que, conforme prometeu o governo, se investiguem as responsabilidades pela violência.

Instam igualmente a que se possam resolver as diferenças por meio do diálogo pacífico e com métodos democráticos, esperando que o processo de facilitação promovido pelos ex-Presidentes possa alcançar resultados positivos, e em um prazo razoável, em favor de todas as partes envolvidas.

Susana Malcorra, Ministra de Relações Exteriores e Culto da República Argentina

José Serra, Ministro das Relações Exteriores da República Federativa do Brasil

Heraldo Muñoz Valenzuela, Ministro de Relações Exteriores da República do Chile

Rodolfo Nin Novoa, Ministro de Relações Exteriores da República Oriental do Uruguai


 

Comunicado de los Cancilleres de Argentina, Brasil, Chile y Uruguay sobre la situación en Venezuela

Los Cancilleres abajo firmantes desean manifestar que lamentan los hechos de violencia registrados en Caracas donde varios ciudadanos, incluso parlamentarios, fueron agredidos, al igual que condenan todo acto de violencia independientemente de su origen.

En ese sentido, reafirman que las autoridades tienen la responsabilidad de garantizar el derecho a las manifestaciones pacificas y a la libre expresión de ideas y hacen un llamado a que, como ha prometido el gobierno, se investiguen las responsabilidades por la violencia.

Asimismo instan a que puedan resolverse las diferencias mediante el diálogo pacífico y con métodos democráticos, esperando que el proceso de facilitación llevado a cabo por los ex Presidentes pueda arribar a resultados positivos, y en un tiempo razonable, para beneficio de todas las partes involucradas”.

Susana Malcorra, Ministra de Relaciones Exteriores y Culto de la República Argentina

José Serra, Ministro de Relaciones Exteriores de la República Federativa de Brasil

Heraldo Muñoz Valenzuela, Ministro de Relaciones Exteriores de la República de Chile

Rodolfo Nin Novoa, Ministro de Relaciones Exteriores de la República Oriental de Uruguay

Veja Também

Nota 235 – Atentado no Afeganistão

O governo brasileiro condena veementemente o atentado contra cadetes ocorrido hoje nos arredores de Cabul, Afeganistão, reivindicado pelo Taliban, que resultou em ao menos 27 vítimas fatais e 40 feridos….

Nota 232 – Atentado no Líbano

O governo brasileiro condena, nos mais fortes termos, o múltiplo atentado ocorrido na cidade de Al-Qaa, no Líbano, na madrugada do dia 27 de junho, atribuído ao grupo terrorista autodenominado…

Nota 177 – Declarações do Secretário-Geral da UNASUL sobre a situação interna no Brasil

O Ministério das Relações Exteriores repudia declarações do Secretário-Geral da UNASUL, Ernesto Samper, sobre a conjuntura política no Brasil, que qualificam de maneira equivocada o funcionamento das instituições democráticas do…