Nota 260 – Falecimento de Hector Babenco

“Lamento profundamente a perda de Hector Babenco, meu amigo pessoal e querido, grande cineasta brasileiro.

Nascido na Argentina, Hector dirigiu filmes clássicos da cinematografia nacional, como Lúcio Flávio, o Passageiro da Agonia, Pixote e Carandiru. Teve também uma bem sucedida carreira internacional, com filmes como Ironweed e o Beijo da Mulher Aranha, pelo qual foi indicado para o Oscar de melhor diretor.

Vale a pena que todos revejam, e apreciem, a obra de Babenco. Essa é a melhor homenagem que pode ser feita a um artista de seu talento e sensibilidade.”

José Serra
Ministro de Estado das Relações Exteriores

Veja Também

Nota 274 – Calendário de eventos entre 24 e 30 de julho de 2016

25/JUL – Roma, Itália. Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO). CSA – Reunião preparatória para a negociação de recomendações sobre pecuária sustentável. 25/JUL – Roma, Itália….

Nota 234 – Explosões no Aeroporto Ataturk (Istambul)

O Governo brasileiro manifesta sua firme condenação aos atentados que provocaram várias dezenas de vítimas, entre mortos e feridos, no aeroporto Ataturk, na cidade de Istambul, Turquia. Ao transmitir suas…

Nota 206 – Resposta ao vírus Zika no contexto dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016

A Organização Mundial da Saúde (OMS) tem reiterado o entendimento de que a situação da incidência do vírus Zika no Brasil não é motivo para recomendações que possam sugerir a…