Nota 260 – Falecimento de Hector Babenco

“Lamento profundamente a perda de Hector Babenco, meu amigo pessoal e querido, grande cineasta brasileiro.

Nascido na Argentina, Hector dirigiu filmes clássicos da cinematografia nacional, como Lúcio Flávio, o Passageiro da Agonia, Pixote e Carandiru. Teve também uma bem sucedida carreira internacional, com filmes como Ironweed e o Beijo da Mulher Aranha, pelo qual foi indicado para o Oscar de melhor diretor.

Vale a pena que todos revejam, e apreciem, a obra de Babenco. Essa é a melhor homenagem que pode ser feita a um artista de seu talento e sensibilidade.”

José Serra
Ministro de Estado das Relações Exteriores

Veja Também

Nota 221 – Concessão de agrément ao Embaixador da Romênia

  O Governo brasileiro tem a satisfação de informar que concedeu agrément ao Senhor Stefan Mera como embaixador extraordinário e plenipotenciário da Romênia no Brasil. O Embaixador Mera trabalhou na…

Nota 249 – Atentado em Damboa, Nigéria

O governo brasileiro condena os ataques terroristas na mesquita de Damboa, no nordeste da Nigéria, em 8 de julho, os quais resultaram em dezenas de mortos e feridos. Ao repudiar,…

Nota 239 – Calendário de eventos entre 3 e 9 de julho de 2016

20/JUN a 15/JUL – Genebra, Suíça. 117ª sessão do Comitê de Direitos Humanos do Pacto Internacional sobre Direitos Civis e Políticos. 1 a 3/JUL – Guwahati, Índia. 2ª Cúpula da…