Serra apresenta emenda que obriga o BNDES a publicar demonstrativos na internet

Brasília – O senador José Serra apresentou nesta quinta-feira (04/02) emenda à Medida Provisória 663/2014 que prevê mais transparência nas operações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A proposição obriga o Ministério da Fazenda a divulgar, a cada dois meses, pela internet, os custos dos financiamentos concedidos pelo banco nas áreas privada e pública. “O que falta é uma política clara de prestação de contas periódica por parte do BNDES à sociedade”, disse José Serra.

Serra afirma que o banco tem papel fundamental no fomento ao investimento produtivo, mas a forma pela qual o governo vem conduzindo esta e outras políticas públicas geram dúvidas sobre uma gestão pública eficiente. O volume de créditos do Tesouro junto ao BNDES passou de R$ 236,7 bilhões para R$ 487,9 bilhões, entre 2010 e 2014, atingindo a marca de 9,5% do Produto Interno Bruto (PIB).

A emenda está em discussão na comissão mista, composta por senadores e deputados. A MP 663/2014 aumenta em R$ 50 bilhões o limite de recursos repassados pela União ao BNDES.

 

Veja Também

Artigo no Estadão: “O puma, os piratas e outros bichos”

Temos boa chance de aprovar ainda este ano a cláusula de barreira e a interdição de coligações O Estado de S. Paulo 13 de julho de 2017 O que o Puma,…

Tiro no pé

Para combater a violência é preciso firmeza, mas também inteligência O Estado de S.Paulo 10 Janeiro 2019 O problema da (in)segurança pública encabeça a lista de preocupações dos brasileiros. O…

Subsídios e transparência

Informações essenciais para avaliação precisa dos custos e benefícios devem estar disponíveis     O Estado de S.Paulo 22 Novembro 2018 O Ministério da Fazenda passou a publicar relatórios que…