José Serra cobra da Economia recursos para bancar vacinação

Ex-ministro da Saúde diz que “temos que trocar a guerra contra a vacina pela guerra contra o vírus”

Ex-ministro da Saúde e senador José Serra (PSDB-SP) cobrou, nesta sexta-feira (19/2), em nota pública, que os ministérios da Economia e da Saúde tenham um planejamento fiscal para que não faltem recursos destinados a bancar o programa de vacinação contra a pandemia da Covid-19.

Serra foi ministro da Saúde no Governo Fernando Henrique Cardoso, de 1998 até 2002.

O senador observou que o Sistema Única de Saúde (SUS) tem capacidade para vacinar 60 milhões de pessoas por mês, mas que isso não será usado a favor dos brasileiros devido a demora do governo federal em comprar os imunizantes.

“O governo federal falhou em não ter negociado com antecedência a compra de vacinas contra a Covid-19. Resultado: as vacinas já acabaram em várias cidades”, registrou.

“Os ministérios da Saúde e da Economia precisam estabelecer um planejamento fiscal para que não faltem recursos destinados a bancar o programa de vacinação”, complementou.

Além disso, o ex-ministro defendeu que o governo faça o calendário de imunização e a distribuição de vacinas de acordo com a composição dos grupos prioritários em escala nacional, assim como já é feito em outras campanhas nacionais.

“Não adianta deixar que estados e municípios decidam isso sozinhos. É necessário um esforço conjunto”, enfatizou.

Crítica ao presidente

Em crítica à conduta do presidente Jair Bolsonaro diante da crise sanitária promovida pela Covid-19, Serra afirmou que é preciso reconhecer a necessidade de se investir nas instituições públicas como a Fiocruz e o Instituto Butantan, ambos estão na linha de frente da produção de vacina.

“Temos que trocar a guerra contra a vacina pela guerra contra o vírus”, ponderou.

Procurado, o Ministério da Economia disse ao Metrópoles que não vai se manifestar.

Veja Também

Orçamento já!

Quando alguém quer convencê-lo de que o orçamento do governo é simples como o orçamento familiar, está querendo enganar você. O orçamento da grande maioria das famílias brasileiras é uma…

As armas do bom combate

O futuro não será como era oferece um arsenal a quem luta por um futuro mais republicano Marcelo Consentino, O Estado de S.Paulo 16 de março de 2021 | 03h00…

Ministério da Infraestrutura trabalha para que marco das ferrovias seja foco do Congresso

Projeto de lei, que foi enviado ao Senado em 2018, prevê a construção de novas ferrovias por meio de simples autorização, no lugar do tradicional modelo de concessão pública BRASÍLIA…