Projeto sobre limites para endividamento da União será votado nesta quarta-feira

Brasília – O projeto que define limites para o endividamento da União (PRS 84/2007) será votado hoje (23/09), na Comissão Especial para o Desenvolvimento Nacional (CEDN) do Senado. A proposta atende a uma determinação da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O senador José Serra (PSDB-SP), que é o relator da matéria, disse que o projeto enviado pelo governo Fernando Henrique Cardoso ficou muito tempo parado e se faz necessário e urgente a aplicação dos limites para o equilíbrio das finanças do país. “Reforçar a responsabilidade fiscal é defender a sociedade brasileira”, disse José Serra.

Atualmente, estados e municípios já possuem limites para seu endividamento, mas isso não ocorre com a União.

O texto de Serra prevê dois limites, que deverão ser implantados em 15 anos: um para a dívida bruta – não pode exceder a quatro vezes a Receita Corrente Líquida (RCL); e outro para a dívida líquida, não pode exceder a uma vez e meia a Receita Corrente Líquida (RCL).

O senador destaca que a medida significará limitar toda a conta do setor público. “Esse projeto significa dar um passo imenso no sentido da responsabilidade fiscal no Brasil. A vantagem de fixar limites para as dívidas é criar incentivos a condutas fiscais mais austeras”, acrescentou.

Veja Também

Pezão defende no Senado projeto que muda o modelo atual de exploração do pré-sal

Do Jornal do Brasil O governador Luiz Fernando Pezão defendeu, nesta quarta-feira (26/8), no Senado Federal, a aprovação do projeto do senador José Serra que acaba com a obrigatoriedade de…

Entrevista à Rádio Jovem Pan: Reforma Política

Ouça a entrevista que concedi à Rádio Jovem Pan no dia 11 de agosto. Nela, falo sobre o voto distrital misto e outros aspectos da reforma política:

Regime especial de pagamento de precatórios passa na CCJ e vai a Plenário

Da Agência Senado A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou nesta quarta-feira (5) parecer favorável à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 152/2015, que cria novo regime especial…