Projeto sobre limites para endividamento da União será votado nesta quarta-feira

Brasília – O projeto que define limites para o endividamento da União (PRS 84/2007) será votado hoje (23/09), na Comissão Especial para o Desenvolvimento Nacional (CEDN) do Senado. A proposta atende a uma determinação da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O senador José Serra (PSDB-SP), que é o relator da matéria, disse que o projeto enviado pelo governo Fernando Henrique Cardoso ficou muito tempo parado e se faz necessário e urgente a aplicação dos limites para o equilíbrio das finanças do país. “Reforçar a responsabilidade fiscal é defender a sociedade brasileira”, disse José Serra.

Atualmente, estados e municípios já possuem limites para seu endividamento, mas isso não ocorre com a União.

O texto de Serra prevê dois limites, que deverão ser implantados em 15 anos: um para a dívida bruta – não pode exceder a quatro vezes a Receita Corrente Líquida (RCL); e outro para a dívida líquida, não pode exceder a uma vez e meia a Receita Corrente Líquida (RCL).

O senador destaca que a medida significará limitar toda a conta do setor público. “Esse projeto significa dar um passo imenso no sentido da responsabilidade fiscal no Brasil. A vantagem de fixar limites para as dívidas é criar incentivos a condutas fiscais mais austeras”, acrescentou.

Veja Também

Projeto que garante o repasse dos depósitos judiciais aos Estados e municípios vai para a Câmara

Brasília – O projeto de lei (PLS 183/2015) que garante aos Estados e municípios a possibilidade de acessarem todos os recursos dos depósitos judiciais e administrativos, incluindo a administração direta…

Menos gastos: Serra defende propaganda eleitoral restrita ao candidato e a câmera

Brasília – O senador José Serra (PSDB-SP) propôs cinco alterações na propaganda eleitoral no rádio e na TV, que ficaria restrita ao candidato e à câmera, sem a participação de…

“O setor da Saúde é o que mais sofreu retrocessos na era petista”, diz Serra, responsável por transformações no setor durante governo FHC

Do PSDB Nacional O Dia Mundial da Saúde é celebrado nesta quinta-feira (7), mas o Brasil não tem muito o que comemorar. Ainda mais com o presente “amargo” que o…